Esse site integra o projeto O prazer do percurso, promoção da Fundação Casa de Rui Barbosa para assinalar os 200 anos da chegada da família imperial ao Rio de Janeiro (1808-2008).

O site apresenta as repercurssões dessa instalação nos modos e costumes na cidade e, especialmente, no bairro de Botafogo. O prazer do percurso, realizado em julho de 2008, compreende, além do site, seminário, visita guiada, exposição, feira de livro e concurso de fotografia e de contos.

O Brasil do século XIX foi uma época efervescente em termos de circularidade cultural. O Novo Mundo estava na moda entre os círculos acadêmicos e artísticos da Europa, entre os círculos de pesquisadores de diversos níveis e vinculados a distintos campos de saber, ou simplesmente entre os aventureiros de modo geral. O Brasil era então uma aventura: os grandes espaços verdes, aparentemente ilimitados, a natureza exuberante e os povos exóticos que habitavam as florestas, a sociedade colonial plena de diversidades e misturas que habitava as cidades... tudo era motivo de curiosidade para os cientistas e artistas de vários países europeus.

O Rio de Janeiro, capital do Brasil no século XIX, foi percorrido em toda a sua extensão por viajantes que escolhiam alguns dos seus bairros mais bucólicos, como Botafogo, por ser distante da confusão do centro do Rio para residir. Foi no início dos oitocentos que Botafogo começou a se transformar de bairro rural em um lugar de habitação preferida das elites européias da época.

O bairro tem como marco de fundação a data de 1565, apesar de somente em 1641 passar a chamar-se Botafogo.



créditos | contato | Fundação Casa de Rui Barbosa

Edremit Zeytin Fiyatları