Procurar  
  • principal
  • > aconteceu em 2015
  • > julho
  • como chegar à Fundação  >>

    visita virtual ao Museu Casa >>

    a construção do imóvel em 1850 >>

    Exposição “A Abolição e seus registros na vida privada II”

    Clique na foto para ampliar

    A Fundação Casa de Rui Barbosa inaugura no dia 12 de maio a exposição “A Abolição e seus registros na vida privada II”. Até o dia 12 de julho o público poderá ter acesso aos arquivos de Rui Barbosa e da Família Barbosa de Oliveira que registram os movimentos pelo fim da escravidão e seu impacto na sociedade brasileira depois de maio de 1888.
    As cartas manuscritas, declarações, diplomas e fotos podem ser vistas de terça a sexta-feira, das 10h às 18h. Sábados, domingos e feriados, das 14h às 18h. Toda última terça-feira do mês o museu fica aberto para visitação das 9h às 20h, lembrando que a última entrada é 45 minutos antes do fechamento. O ingresso custa R$2,00. Menores de 10 anos e maiores de 65 anos não pagam ingresso e aos domingos a entrada é franca. Mais informações (21) 3289-8671.

    :: Sobre a exposição
    Desde 2011 o Serviço de Arquivo Histórico e Institucional realiza exposições ligadas à temática da escravidão negra e sua abolição no Brasil. Em 2014 foi realizada a primeira edição da mostra “A Abolição e seus registros na vida privada” com documentos que retratavam a perspectiva abolicionista. Uma vez que os documentos não se esgotaram e a recepção do público foi boa, a exposição volta com sua segunda edição em 2015.
    Foram selecionados alguns documentos do período de 1871 a 1896 que mostram os desdobramentos da lei de 13 de maio; sua repercussão na sociedade; a questão da educação para os filhos de ex-escravos; as comemorações pela liberdade dos escravos em 13 de maio de 1888 (Lei Áurea); a demanda de indenização por parte dos ex-proprietários de escravos e as medidas tomadas em relação a essa discussão; a queima de documentos; o papel de Rui Barbosa na causa abolicionista; o lamento de ex-proprietário de escravos por não tê-los vendido antes de sua libertação e a atuação dos grupos abolicionistas. A mostra também apresenta imagens de alguns dos principais abolicionistas.

    Imprimir
    Voltar ao alto


    Veja também
    > Chamada de artigos para a revista Memória e Informação da Fundação Casa de Rui Barbosa
    > FCRB nas redes sociais
    > Proposta de Mestrado Profissional da FCRB
    > Cátedra da Unesco
    > Cátedra Sérgio Vieira de Mello
    > Jardim em Foco: Visitas mediadas ao jardim histórico do Museu Casa de Rui Barbosa
    > Mesa-redonda "Ministério Público e Democracia"
    > Vamos falar sobre o câncer de mama?
    > Chamada de Trabalhos
    > FCRB assina acordo para criação da Cátedra Unesco sobre Políticas Culturais e Gestão
    > Vocabulário do Português Medieval
    > Nome de Rui Barbosa é inscrito no Livro dos Heróis da Pátria
    > Um site dedicado ao cordel
    > Acervo iconográfico
    > Marcos Luiz Bretas: vinte anos de historiografia da polícia (1997-2017)
    > Mostra virtual “O registro da escravidão na vida privada III”
    > O Malho
    > notícias
    > Como orientar os doadores na preparação de seu arquivo pessoal digital para doação?
    > Exposição “Fafe dos “brasileiros”: heranças e memórias”
    > V Colóquio Internacional – A Casa Senhorial: anatomia dos interiores
    > Blog do Projeto de Revitalização e Restauração do Jardim
    > FCRB se solidariza com a UFMG
    > Um domingo na Casa de Rui Barbosa
    > Escravidão, Abolição e Pós-abolição
    > Romances e contos de Machado de Assis em hipertexto
    > Seminário Pensamento e Estudos em Arquivos
    > Ações para combater o mosquito Aedes aegypti
    > Revista Escritos nº 8
    > Obras Completas de Rui Barbosa à venda em livrarias e em site
    > Jardim de memórias

  • informe
  • |
  • perguntas frequentes
  • |
  • termos de uso
  • |
  • mapa do site
  • |
  • sobre o site
  • |
  • contato
  • |