Dul kadın marketçi adam ile birlikte olduğunda fena şekilde inledi hd porno Genç adam kendisiyle birlikte olan kadının yaşından asla çekinmedi mobil porno Sarkmaya başlayan göğüsleri adamın ağzına veren olgun kadın sex hikayeleri yalattı Zevke gelerek yatağa uzandığında genç adamın yandan amcık türbanlı pornosu içine girip çıkmasını bekledi Kumral güzeli seksi kız hd porno birlikte olduğu adam kalın siki götten kucağında sokunca bağırdı porno hikaye Evin içerisinde iç çamaşırlı haliyle saçlarından tutarak kendisini sikiş sürükleyen adama oral seks yaptı Uzun siki yalamaya başladığında erotik hikayeler adam kafasından bastırıp taşaklarına kadar yalatmaya devam etti
 
  Procurar  
  • principal
  • > sobre a Fundação
  • > histórico
  • como chegar à Fundação >>

    o arquivo institucional >>

    sobre o Museu-Casa de Rui Barbosa >>

    sobre o acervo de Rui  Barbosa >>

    a biblioteca organizada por Rui >>

    arquivos sobre literatura brasileira >>

    sobre o acervo de Rui  Barbosa >>

    uso dos espaços do prédio-sede >>

    base de dados >>

    cronologia institucional

    A cronologia relaciona as principais iniciativas administrativas que marcaram a trajetória da Fundação Casa de Rui Barbosa, de 1924 a 2004.

    1924 - Autorizada, pelo Presidente Artur Bernardes, a aquisição do prédio, mobiliário, biblioteca, arquivo e da propriedade intelectual da obra de Rui Barbosa (Decreto nº 4.789, 2/01/1924).
             - Aberto crédito especial para pagamento, em apólices da dívida pública, para aquisição dos bens de Rui Barbosa (Decreto nº 16.651, 23/10/1924).

    1927 - Criado o Museu Rui Barbosa e aprovado seu regulamento (Decreto nº 17.758, 4/04/1927).

    1928 - Criado "um museu-biblioteca, sob a denominação de Casa de Rui Barbosa, que funcionará no prédio, adquirido pelo Governo, onde residiu o grande brasileiro, na capital da República" (Decreto nº 5.429, 9/01/1928).

    1928 - Autorizada a aquisição do mobiliário de Rui Barbosa (Decreto nº 5.566, 5/11/1928).

    1929 - Aprovado o regulamento da Casa de Rui Barbosa, que deve "conservar não só a biblioteca e o arquivo de Rui Barbosa, adquiridos pelo Estado, mas também, quaisquer objetos que hajam pertencido ao grande estadista da República, ou se relacionem com sua vida e sejam doados" (Decreto nº 18.767, 27/05/1929).

    1930 - Inaugurada, a 13 de agosto, pelo Presidente Washington Luís, a Casa de Rui Barbosa. Em dezembro, por medida do Governo Provisório, a Casa é vinculada ao recém-criado Ministério da Educação e Saúde Pública (Decreto nº 19.444, 01/12/1930).

    1933 - Estabelecido regimento interno da Casa de Rui Barbosa (Decreto de 4/02/1933).

    1934 - Reorganizados os serviços da Casa de Rui Barbosa, "considerando a necessidade de imprimir maior eficiência à organização da Casa de Rui Barbosa, que tem por objeto a conservação da biblioteca, do arquivo, a publicação das obras do grande brasileiro e a realização de cursos e conferências" (Decreto nº 24.688, 12/07/1934).

    1937 - Definida a Casa de Rui Barbosa como instituição de educação extra-escolar e museu-biblioteca do Ministério da Educação e Saúde (Lei nº 378, art. 45, de 13/01/1937).

    1938 - Tombada, a 11 de maio, a Casa de Rui Barbosa pelo Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - Sphan, por meio de inscrição no Livro Histórico (inscrição nº 32) e no Livro de Belas-Artes (inscrição nº 52), conforme procedimento definido pela legislação que institui a proteção patrimonial (Decreto-Lei nº 25, 30/11/1937).

    1941 - Aprovado regimento interno da Casa de Rui Barbosa. (12/07/1941) e proposta a publicação das Obras Completas de Rui Barbosa (Decreto-Lei nº 3.668, 30/09/1941).

    1946 - Aprovado, pelo Presidente Dutra, o regimento interno da Casa de Rui Barbosa do Ministério da Educação e Saúde (Decreto nº 22.168, 25/11/1946), cuja organização é composta pela Turma do Museu e Divulgação e pela Turma de Administração.

    1952 - Criado o Centro de Pesquisas da Casa de Rui Barbosa, para realizar estudos e trabalhos no domínio do direito e da filosofia (Decreto nº 30.643, 20/03/1952).

    1956 - Aprovado, pelo Presidente Nereu Ramos, regimento que organiza a Casa de Rui Barbosa em quatro seções: a Seção Técnica, compreendendo o Museu, a Biblioteca e o Arquivo Histórico; o Centro de Pesquisas, a Seção de Administração e a Zeladoria. (Decreto nº 38.544, 12/01/1956).

    1966 - Transformada, pelo Presidente Humberto Castelo Branco, a Casa de Rui Barbosa em fundação por meio da Lei nº 4.943, de 6/04/1966.
            - Aprovados os estatutos da Fundação Casa de Rui Barbosa. (Decreto nº 59.643, 2/12/1966).

    1970 - Instituído a data de 5 de novembro, dia do nascimento de Rui Barbosa, como o "Dia da Cultura e da Ciência" para homenagear "figuras exponenciais das letras e das ciências no Brasil e no mundo" (Lei nº 5.579, 15/05/1970).
            - Aprovada alteração nos estatutos da Fundação Casa de Rui Barbosa (Decreto nº 67.099, 24/08/1970).

    1972 - Criado o Arquivo-Museu de Literatura Brasileira (Portaria/005, 18/10/1972).

    1974 - Aprovados os Estatutos da Fundação Casa de Rui Barbosa (Decreto nº 73.781, 11/03/1974).

    1978 - Inaugurado, a 8 de novembro, o edifício-sede pelo Presidente Ernesto Geisel.

    1997 - Inclusão da Fundação no Plano de Carreiras para a área de Ciência e Tecnologia da Administração Federal Direta, das Autarquias e das Fundações Federais(Lei nº 9.557, 17/12/1997)

    2003 - Aprovados os Estatutos e quadro de cargos da Fundação Casa de Rui Barbosa (Decreto nº 4.812, 19/08/2003).

    2004 - Aprova os Estatutos e quadro de cargos da Fundação Casa de Rui Barbosa (Decreto nº 5.039, 7/04/2004).

    2014 - Aprova o Regimento Interno da Fundação Casa de Rui Barbosa (Portaria Nº 37, 22/04/2014 - pdf. 101 KB).

    Imprimir
    Voltar ao alto


    Veja também
    > galeria (1966-2015)
    > histórico
  • informe
  • |
  • perguntas frequentes
  • |
  • termos de uso
  • |
  • mapa do site
  • |
  • sobre o site
  • |
  • contato
  • |