Procurar  
  • principal
  • > notícias
  • como chegar à Fundação >>

    eventos: programação da Fundação >>

    receba o informe quinzenal por e-mail >>

    serviços oferecidos pela Fundação >>

    Ações para combater o mosquito Aedes aegypti

    A Fundação Casa de Rui Barbosa toma os devidos cuidados para impedir a proliferação de focos do mosquito Aedes aegypti:

    Os lagos do jardim da FCRB sempre estiveram repletos de peixes evitando a propagação de larvas e ovos;

    Os ralos são tratados duas vezes por semana com UFENOL;

    A COMLURB inspeciona mensalmente os ralos. A companhia de limpeza nunca encontrou larvas nas amostras retiradas da FCRB;

    Há ainda rotinas de inspeção, especialmente após dias chuvosos, para evitar a formação de poças d'água.

    Durante as obras de revitalização do jardim os procedimentos continuam normalmente.

    Estamos atentos.

    Mais informações sobre Dengue, Chikungunya e Zika
    http://combateaedes.saude.gov.br/

     

     

     

      

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

    Imprimir
    Voltar ao alto


    Veja também
    > agosto
    > 4º Encontro de Encadernação
    > Seleção de Bolsistas 2015 - Candidaturas homologadas após recurso
    > Seminário de apresentação de bolsistas
    > A emergente economia solidária
    > Classificação geral do Concurso de Bolsas n° 2/2015
    > Memória & Informação
    > Seleção de Bolsistas 2015 - Cronograma das entrevistas
    > Seleção de Bolsistas de 2015
    > A Vida Secreta dos Objetos
    > História e culturas urbanas
    > Lançamento de "Corpos diversos imagens do corpo nas artes, na literatura e no arquivo”
    > Machado de Assis por Ana Maria Machado
    > II Colóquio Internacional A Casa Senhorial: Anatomia de Interiores
    > Olimpíada Informal (OI)
    > Memória & Informação
    > Museu Casa de Rui Barbosa participa do projeto Carioquinha
    > 10° Jornada Científica
    > Acessibilidade em Museus-Casas
    > Colóquios "Depois de junho: movimentos, impasses e novas instituições”
    > Cultura Brasileira Hoje: Diálogos
    > Migrações Internacionais
    > Música no Museu
    > “Práticas botânicas e experiências estéticas: as múltiplas faces de Auguste François Marie Glaziou no Brasil do Século XIX”

  • informe
  • |
  • perguntas frequentes
  • |
  • termos de uso
  • |
  • mapa do site
  • |
  • sobre o site
  • |
  • contato
  • |