Procurar  
  • principal
  • > notícias
  • Assessoria de Comunicação >>

    receba o informe quinzenal por e-mail >>

    eventos: programação da Fundação >>

    serviços oferecidos pela Fundação >>

    como chegar à Fundação >>

    Israel e Palestina: entre a independência e a tragédia


    Clique na foto para ampliar

    A Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB) realiza no dia 9 de julho, das 14 às 17 horas, a mesa-redonda “Israel e Palestina: entre a independência e a tragédia”. O debate, com entrada franca, será na sala de cursos da FCRB. Mais informações: Instituto Brasil-Israel - contato@institutobrasilisrael.org / (11) 94910-2149 (WhatsApp).

     

    :: Coordenada por Joëlle Rouchou (FCRB) e organizada por Rafael Kruchin (Instituto Brasil-Israel), a mesa tem os seguintes debatedores:

    Michel Gherman (Professor de História e coordenador do Núcleo Interdisciplinar de Estudos Judaicos e Árabes da Universidade Federal do Rio de Janeiro e colaborador do Instituto Brasil-Israel)
    Nacionalismo judaico e palestino e os caminhos para a coexistência.

    Carla Habif (Mestre em História Comparada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro /UFRJ, trabalha na área de diálogo intercultural e direitos humanos).
    Os judeus-árabes e outras narrativas contra hegemônicas.

    Muna Omran (Pós-Doutoranda em Estudos Literários na Universidade Federal Fluminense /UFF e doutora em Teoria e História Literária pela Universidade Estadual de Campinas /Unicamp).
    "Mulheres no(s) conflito(s)"


    Desde o Plano de Partilha da Palestina pela Assembleia Geral da ONU, em 1947, e a fundação do Estado de Israel, em 1948, poucos temas têm ultrapassado, em volume e proporção, o estudo da questão Israelense-Palestina. No mesmo ano do surgimento do Estado judeu, vimos eclodir a chamada Guerra de Independência, cujos efeitos se mostram presentes até hoje. Para os israelenses, este marco representa o processo de independência e formação de seu Estado. Para os palestinos, representa a Nakba (Tragédia, na língua árabe), pela derrota na guerra e pelos fenômenos de expulsão e exílio. 70 anos depois, assumindo novas formas ou não, as tensões e conflitos na região ainda se mantêm. Assim, para entender as disputas atuais envolvendo israelenses e palestinos, e as perspectivas de futuro para ambos os povos, é preciso que se remonte às diferentes narrativas e percepções do conflito produzidas historicamente.

     

    Imprimir
    Voltar ao alto


    Veja também
    > Espectadores y lectores frente a las pantallas: políticas para escenas emergentes | Publicada em 14/04/2015
    > abril | Publicada em 08/04/2015
    > História e Culturas Urbanas | Publicada em 08/04/2015
    > Memória & Informação | Publicada em 08/04/2015
    > AMLB recebe acervo de Sebastião Uchôa | Publicada em 07/04/2015
    > Música no Museu | Publicada em 01/04/2015
    > Série Arquivos Pessoais: Jorge de Lima - essência | Publicada em 01/04/2015
    > III Seminário de História do Direito e das Instituições Políticas | Publicada em 31/03/2015
    > Depois de junho: movimentos, impasses e novas instituições | Publicada em 30/03/2015
    > Memória & Informação | Publicada em 09/03/2015
    > Conferência A dialética de Yang-Mills-Shaw e os neutrinos sociais | Publicada em 06/03/2015
  • informe
  • |
  • perguntas frequentes
  • |
  • termos de uso
  • |
  • mapa do site
  • |
  • sobre o site
  • |
  • contato
  • |