Fundação Casa de Rui Barbosa
 
  Procurar  
  • principal
  • > museu e jardim
  • > casa
  • como chegar à Fundação >>

    apresentação geral da casa e do jardim >>

    sobre o Museu-Casa de Rui Barbosa >>

    a construção do imóvel em 1850 >>

    uma arquitetura com traços neoclássicos >>

    visita virtual ao Museu-Casa >>

    informações para visitas e consultas >>

    a casa e seus moradores

    Clique na foto para ampliar

    Além do Barão de Lagoa, a chácara de Botafogo foi ocupada por dois outros moradores, o português Albino de Oliveira Guimarães e o inglês John Roscoe Allen, antes de pertencer a Rui Barbosa.

    Famílias portuguesas de Botafogo
    O segundo morador foi o comendador Albino de Oliveira Guimarães. Nascido em Fafe, Portugal em 1834, chegou ao Brasil em 1847, aos 14 anos, onde acrescentou Guimarães ao nome.

    Casou-se em 1859 com Luísa, filha do comerciante e capitalista conterrâneo, Antônio Mendes de Oliveira Castro, e de D. Castorina Angélica de Jesus Alves Pereira, proprietários da Chácara dos Macacos, uma imensa propriedade rural.

    Viúva, D. Castorina transferiu-se com a família para Botafogo, para uma mansão no número 398, hoje demolida. As famílias de dois de seus filhos, Antonio e José, o futuro Barão de Oliveira Castro, também se instalaram no bairro.                                  

    A proximidade da família deve ter sido uma das motivações para a instalação do comendador na rua São Clemente 98, após um período permanência na sua cidade de origem. Proprietário e capitalista, Albino era um típico "torna-viagem", mantendo interesses nos dois lados do Atlântico. Dois de seus oito filhos nasceram em Fafe: a 5ª filha, Luisa, em 1867, e o filho caçula, Álvaro, em 1876, que morreria dois anos depois, ainda em Portugal.

    Em 1890, onze anos depois da aquisição, quando já se transferira para Portugal, o comendador venderia a casa por intermédio de procurador a John Roscoe Allen e esposa, por cem contos de réis.

    A escritura assinala, após a descrição do bens envolvidos na transação, que os outorgantes haviam feito grandes melhoramentos no prédio e na chácara.

    No site Museu da Emigração, Comunidades e Luso-descendentes, pode-se obter informações genealógicas sobre os Mendes de Oliveira Castro, e sobre as atividades de Albino de Oliveira Guimarães.(pdf, 134 kb)

    O trapicheiro inglês
    Pouco se sabe sobre o terceiro morador da chácara, John Roscoe Allen, do ramo de trapiches alfandegados, locais destinados a armazenagem de mercadorias importadas para consumo no mercado brasileiro.

    Segundo o Almanak Laemmert, ele foi proprietário do Trapiche do Bastos a partir de 1884, sucedendo a Francisco Antonio Vaz, a quem viria se associar, a partir de 1887, no Trapiche Vapor, situado à rua Gamboa nos 10 e 12.

    Imprimir
    Voltar ao alto


    Veja também
    > a casa
    > a casa e sua arquitetura
    > a casa e sua construção

  • informe
  • |
  • perguntas frequentes
  • |
  • termos de uso
  • |
  • mapa do site
  • |
  • sobre o site
  • |
  • contato
  • |