Procurar  
  • principal
  • > eventos
  • > cursos
  • como chegar à Fundação >>

    notícias >>

    receba por e-mail o informe quinzenal >>

    Curso "Recontar Platôs - introdução à filosofia de Deleuze e Guattari"

    Clique na foto para ampliar

    A Fundação Casa de Rui Barbosa recebe, a partir de 20 de fevereiro, o curso "Recontar Platôs - introdução à filosofia de Deleuze e Guattari". As aulas são voltadas ao público em geral interessado em debater filosofia, estética e micropolítica, com base na obra dos filósofos pós-estruturalistas franceses Gilles Deleuze (1925-95) e Felix Guattari (1930-92). Inserido numa cena de cursos livres fora da universidade que atravessa instituições destacadas como polos de agitação cultural e artística, como a Fundação Casa de Rui Barbosa e o Museu da República, o presente curso é gratuito e assume o papel de divulgar debates contemporâneos no Brasil e no mundo. As aulas acontecem às terças-feiras, das 18 às 20 horas, no auditório da Fundação Casa de Rui Barbosa. As inscrições devem ser realizadas somente por e-mail: praiasdaimanencia@gmail.com. A participação é gratuita.


    ::
    Informações:
    Professor: Bruno Cava
    Coordenador acadêmico: Fabricio Toledo
    Coorganização: Mauricio Siqueira e coletivo Mil Brechas
    Aulas: terças-feiras - das 18 às 20 horas – de 20 de fevereiro até 10 de abril de 2018
    Local: Auditório da Fundação Casa de Rui Barbosa
    Participação gratuita mediante inscrição: praiasdaimanencia@gmail.com
     

    :: Ementa
    A obra “Mil Platôs – capitalismo e esquizofrenia” é um dos mais instigantes e desafiadores trabalhos teóricos resultantes da parceria entre o filósofo Gilles Deleuze e o psicanalista Felix Guattari. Publicado em 1980, como segundo volume do “Anti-Édipo” (1972), já em meio à reestruturação capitalista que levou à onda neoliberal e aos novos movimentos sociais, “Mil Platôs” organiza um campo transdisciplinar de linhas emaranhadas entre a semiótica, a psicanálise, a etologia, a literatura, a teoria musical e, sobretudo, a análise do capitalismo e suas transformações. Esse último assunto será abordado com a concentração em platôs ligados à relação entre signos, micropolítica e cartografias. Com isso, o objetivo consiste em propiciar uma vitaminação geral de métodos e práticas a partir do impulso criativo deleuze-guattariano, para problematizar, sob os mais diversos ângulos, questões éticas, políticas ou filosóficas na era da crise do capitalismo. Reler “Mil Platôs” em 2018 significa, sobretudo, interrogar o nosso presente com base na ativação de linhas de fugas para os impasses, aporias e paradoxos que têm tornado a ação criativa, minoritária, artística e ativista (tudo misturado) um permanente desafio em escala local, nacional e global.

    :: Programa de aulas
    Aula 1 (20/02/18) – Introdução dos autores (Deleuze e Guatari) e do cenário histórico-político de seu tempo, a atualidade do pensamento e da filosofia levada à imanência, à diferença, à imagem; 
    Aula 2 (27/02/18) – Manifesto Rizoma (Platô 1);
    Aula 3 (6/03/18) – A teoria das multiplicidades (Platô 2);
    Aula 4 (13/03/18) – Linguística e semiótica (Platô 4); 
    Aula 5 (20/03/18) – Sobre regimes semióticos e política (Platô 5); 
    Aula 6 (27/03/18) – Geologia da moral (Platô 3); 
    Aula 7 (03/04/18) – O liso e o estriado (Platô 14).
     

    Imprimir
    Voltar ao alto


    Veja também
    > Curso “Pintura mural decorativa: As decorações pictóricas nas residências fluminenses do século XIX”
    > Gêneros Textuais: definição e funcionalidade no trabalho com arquivos literários

  • informe
  • |
  • perguntas frequentes
  • |
  • termos de uso
  • |
  • mapa do site
  • |
  • sobre o site
  • |
  • contato
  • |