Fundação Casa de Rui Barbosa > Arquivos pessoais de escritores > Arquivo Manuel Bandeira > Bibliografia > Prosa

Manuel Bandeira
Manuel Bandeira :: Bibliografia :: Prosa


Flauta de papel, de Manuel BandeiraNo Brasil

Andorinha, andorinha. Organização de Carlos Drummond de Andrade. Rio de Janeiro: José Olympio, 1966.

Apresentação da poesia brasileira. Rio de Janeiro, Casa do Estudante do Brasil, 1946. Ed. aum. Rio de Janeiro, Casa do Estudante do Brasil, 1954. Ed. atual. Rio de Janeiro: Casa do Estudante do Brasil, 1954.

A autoria das "Cartas Chilenas". Sep. da Revista do Brasil, Rio de Janeiro: 3 (22):1-25, abr. 1940.

Colóquio unilateralmente sentimental. Crônicas. Rio de Janeiro:, Record, 1968.

Crônicas da província do Brasil. Rio de Janeiro: Civilização Brasilesira, 1937.

De poetas e de poesia. Crítica. Rio de Janeiro: MEC, 1954. (Os Cadernos de Cultura, 64).

Discurso de posse de Manuel Bandeira. Resposta de Ribeiro Couto [na Academia Brasileira de Letras]. Rio de Janeiro: Academia Brasileira de Letras, 1941.

Flauta de papel. Crônicas. Rio de Janeiro: Alvorada, 1957.

Francisco Mignone. Rio de Janeiro, Teatro Municipal, s.d. [Palestra realizada no Teatro Municipal, como parte do programa do Festival Francisco Mignone, promovido pela Comissão Artística e Cultural, durante o Festival do Rio de Janeiro de 1955].

Gonçalves Dias. Esboço Biográfico. Rio de Janeiro: Pongetti, 1952.

Guia de Ouro Preto. Ilustrações por Luís Jardim e Joanita Blank. Rio de Janeiro, Ministério da Educação e Saúde, 1938. Ed. rev. e aum. Rio de Janeiro: Letras e Artes, 1963.

Guide d'Ouro Preto. Trad., notes et bibliographie par Michel Simon. Ilustrations par Luís Jardim. Rio de Janeiro: Ministério das Relações Exteriores, 1948.

Itinerário de Pasárgada. [Memórias]. Rio de Janeiro: Jornal de Letras, 1954.

Literatura Hispano-americana. Rio de Janeiro: Pongetti, 1949.

Mário de Andrade, Animador da cultura musical brasileira. Rio de Janeiro, Teatro Municipal, s.d. [Conferência proferida no Teatro Municipal, como parte do programa do Festival do Rio de Janeiro de 1954].

Noções de história das literaturas. São Paulo: Cia. Editora Nacional, 1940. Ed. rev. e aum. São Paulo: Cia. Editora Nacional, 1946.

Oração de paraninfo. Rio de Janeiro, Pongetti, 1946. [Discurso proferido em 1945 na cerimônia de colação de grau dos bacharéis da Faculdade de Filosofia da Universidade do Brasil].

Poesia e vida de Gonçalves Dias. São Paulo: Editora das Américas, 1962.

Prosa. Organização de Antônio Carlos Vilaça. Rio de Janeiro: Agir, 1983. (Nossos Clássicos, 108).

Recepção do Sr. Peregrino Júnior na Academia Brasileira de Letras. Discurso dos Srs. Peregrino Júnior e Manuel Bandeira. Rio de Janeiro: Academia Brasileira de Letras, 1947.

Os reis vagabundos e mais 50 crônicas. Rio de Janeiro: Editora do Autor, 1966.

3 Conferências sobre Cultura Hispano-americana. Rio de Janeiro: 22 MEC, s.d. (Os Cadernos de Cultura, 81). [Inclui, também, conferências de Augusto Tamayo Vargas e Cecília Meireles].

A versificação em língua portuguesa. Sep. da Enciclopédia Delta-Larousse. Rio de Janeiro: Delta, [1956]. Verbete "Versificação".

No exterior

Brief History of Brazilian Literature. Translation, introduction and notes by Ralph Edward Dimmick. Washington: Pan American Union, 1958.

Castro Alves. [Santiago: Centro Brasileiro de Cultura da Embaixada do Brasil no Chile, 1962]. (Cadernos Brasileiros, 2).

Glória de Antero. Lisboa: Cadernos da Seara Nova, 1943. [Em colaboração com Jaime Cortesão].

Der Weg nach Pasárgada. Gedicht und Prosa. Ausgewählt und aus dem brasilianischen Portugiesisch übertragen von Karin von Schweder-Schreiner. S.l., Vervuert, 1985.