Vegetação retomando parreiral. Foto: Natália Bertelli

No ano passado, durante o desenvolvimento da restauração dos elementos integrados, todos os ramos das parreiras foram removidos do parreiral e os jasmins da índia da pérgola do jardim frontal. Isso ocorreu para que os funcionários da empresa pudessem acessar todas as suas partes, a fim de restaurá-las.

Assim, por algum tempo, o jardim permaneceu sem sua usual cobertura de parreiras. No entanto, finda a restauração, a vegetação começou a retomar aos poucos seu lugar original e dar vida, sombra e, no caso das parreiras, uvas novamente. Ainda há muito espaço a ser preenchido por elas, mas, por serem plantas que precisam de insolação direta para garantir seu crescimento saudável, têm se desenvolvido muito bem ultimamente.

Além disso, na execução do projeto de paisagismo está previsto o plantio de mais indivíduos de jasmim da índia, parreiras e também de roseiras trepadeiras, que agilizarão a evolução da cobertura vegetal destes elementos restaurados.

Parreiral antes das intervenções
Parreiral antes das intervenções. Foto: Ivo Gonzalez
Funcionário restaurando parreiral. Foto: Leo Aversa
Funcionário restaurando parreiral. Foto: Leo Aversa
Parreiral sendo retomado de vegetação. Foto: Natália Bertelli
Parreiral restaurado sendo retomado de vegetação. Foto: Natália Bertelli