Arqueólogos da Grifo trabalhando. Foto: Leo Aversa

Foi concluída a etapa de retirada da forração vegetal do jardim. Paralelamente a isso, durante as obras de escavação, a empresa Grifo Consultoria e Projetos em Arqueologia tem acompanhado de perto o processo de revolvimento de terra para monitoramento do local. É decretado o monitoramento arqueológico em lugares com potencial para sítios arqueológicos, e itens encontrados posteriormente são levados para estudos de diagnóstico, a fim de determinar sua proveniência.

Arqueólogos da Grifo trabalhando. Foto: Leo Aversa
Arqueólogos da Grifo trabalhando.   Foto: Leo Aversa

Por enquanto, os objetos que foram encontrados no jardim estão sendo catalogados e serão analisados para diferenciar as épocas e locais de origem de cada um. Os objetos variam desde moedas de aparência recente, até  tinteiro, cachimbo e cerâmicas que podem ter sido abandonados no terreno ou trazidos de outros lugares, nos processos de aterramento ao longo dos anos. Terminadas as pesquisas, a FCRB se comprometeu a guardar o material que tenha sido eventualmente encontrado.