Início da restauração da escultura Águia e Serpente. Foto: Ivo Gonzalez
Início da restauração da escultura Águia e Serpente. Foto: Ivo Gonzalez
Início da restauração da escultura Águia e Serpente. Foto: Ivo Gonzalez

Recentemente foi iniciado o processo de restauração da escultura da Águia com a Serpente, localizada na parte frontal do Jardim da Casa de Rui Barbosa. A peça, que é emblema do local, existe neste desde antes de o terreno ser adquirido por Rui Barbosa, porém parecia antecipar o apelido que seu dono mais marcante recebeu após o retorno triunfante da Segunda Conferencia Internacional da Paz, O “Águia de Haia”. A escultura retrata uma luta do bem contra o mal, sendo a Águia o ser capaz de elevar-se nos sentimentos mais superiores e a víbora, movendo os mais baixos sentimentos.

Águia e Serpente. Foto: Ivo Gonzalez
Águia e Serpente. Foto: Ivo Gonzalez

Até o dado momento já foi feita a identificação dos materiais constituintes da peça, tendo-se detectado a presença de elemento metálico e massa plástica branca, contrariando a ideia inicial de que a escultura era feita em argamassa. Após a coleta desses dados iniciou-se a limpeza, retirando os elementos incompatíveis com os materiais originais que estavam prejudicando a volumetria da escultura. O processo de restauração do elemento encontra-se em fase inicial, tendo sido abertas trincas nas asas para aplicar massa na região, iniciada a feitura de molde para reprodução das “penas” faltantes e tratada  parte de metal da asa que encontrava-se oxidada.